Posts

tarde das crianças Expogrande 2018

Crianças carentes do Jardim Canguru vão ganhar doações durante Expogrande 2018

A Fazenda CMI, localizada a 110 quilômetros de Campo Grande, no município de Camapuã, um dos criatórios da raça bovina Senepol participantes da Expogrande 2018, irá realizar na próxima quinta-feira, dia 12 de abril, o “Senepol Solidário – Tarde das Crianças CMI”. A ação vai começar às 14h00, no pavilhão J, do Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande (MS).

55 crianças carentes, com idades entre 3 e 15 anos, irão participar. São estudantes da Escolinha Filhos da Misericórdia, do bairro Jardim Canguru. Na “Tarde das Crianças” vão ser realizadas atividades lúdicas, brincadeiras, passeio pela Expogrande, além de um delicioso lanche completo que ficará à disposição dos participantes.

O pavilhão J, do Parque de Exposições, onde a Fazenda CMI está instalada, também é um ponto de coleta para doações de roupas, agasalhos, alimentos não perecíveis e materiais de limpeza e higiene. Tudo o que for arrecadado será levado para a Escolinha. A unidade de ensino passa por reformas e precisa de melhorias urgente.

Escolinha Filhos da Misericórdia

Frente da Escolinha Filhos da Misericórdia, no Jardim Canguru, Campo Grande (MS).

Visitem a página da instituição no Facebook: Escolinha Filhos da Misericórdia Jardim Canguru
170307_PM-338_MENOR

CONFIRA AS PROJEÇÕES PARA O AGRONEGÓCIO DE 2016/17 A 2026/27

O trabalho de Projeções tem por objetivo indicar possíveis direções do crescimento da agropecuária e fornecer subsídios aos formuladores de políticas públicas quanto às tendências de produtos do agronegócio. Através de seus resultados busca-se, também, atender a um grande número de usuários de diversos setores para os quais as informações ora divulgadas são de enorme importância.

O trabalho foi realizado por um grupo de técnicos do Ministério da Agricultura e da Embrapa. Beneficiou-se, também, de valiosa contribuição de pessoas/instituições que analisaram os resultados preliminares e informaram seus comentários, pontos de vista e ideias sobre os resultados das projeções.

Soja 2016

Produção de Soja – Fazenda CMI

VISÃO:
A produção de grãos deverá passar de 232,0 milhões de toneladas em 2016/2017 para 288,2 milhões de toneladas em 2026/27. Isso indica um acréscimo de 56,0 milhões de toneladas à produção atual do Brasil. Em valores relativos, representa um acréscimo de 24,2.

A produção de carnes (bovina, suína e aves) entre 2016/17 e 2026/27, deverá aumentar em 7,5 milhões de toneladas. Representa um acréscimo de 28,0% em relação à produção de carnes de 2016/2017. As carnes de frango e suína, são as que devem apresentar maior crescimento nos próximos anos: frango, 33,4% e suína, 28,6%. A produção de carne bovina deve crescer 20,5% entre o ano base e o final das projeções.

CLIQUE AQUI e baixe o trabalho completo “PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO – Brasil 2016/17 a 2026/27″ 

 

image[3]

SENEPOL PAGA ÁGIO AO PRODUTOR, DIZ PESQUISA DA SCOT CONSULTORIA

Pesquisa inédita realizada pela Scot Consultoria em 20 estados brasileiros comprovou que a indústria frigorífica vem pagando espontaneamente ágio para pecuaristas que trabalham com a raça Senepol. O levantamento ocorreu entre os meses de agosto e outubro de 2017 e envolveu 304 produtores rurais dos segmentos de cria, recria, engorda e ciclo completo. Dos entrevistados que opinaram sobre o pagamento de ágio, 73,2% confirmaram receber a bonificação. Os maiores ágios foram verificados nas vendas de novilhas (média de 23%), boi magro (18%) e bezerro (17,1%). “O resultado comprova que a raça tem boa aceitação no mercado. A indústria está pagando de forma espontânea ágio pelo meio-sangue Senepol, mesmo sem a existência de um programa oficial de bonificação nos frigoríficos.”, destaca o diretor da Scot Consultoria, Alcides Torres.

Como os confinamentos devem continuar investindo em animais cruzados em 2018, elevando a procura por boi magro, Torres acredita que o Senepol tem condições de atender bem a esse mercado em decorrência dos índices zootécnicos apontados pelos entrevistados como grandes diferenciais da raça. Um exemplo é o maior ganho de peso dos bezerros Senepol. “Os animais meio-sangue Senepol chegam a engordar quase uma arroba por mês durante a fase de cria e, na hora da venda, o produtor obtém uma diferença de peso de mais de uma arroba por animal em comparação a outras raças.”, explica. Segundo a pesquisa, entre as fêmeas Senepol, a média de peso a desmama foi de 229,2 kg contra 207,3 de outras raças. A média de peso a desmama registrada para os machos meio-sangue foi de 244 kg contra a média de 224,3 kg de outras raças.

A Scot Consultoria ainda detectou uma redução de ciclo de abate nos sistemas que utilizam meio-sangue Senepol. As fêmeas atingem peso de abate quase seis meses antes das de outras raças. Entre os machos meio-sangue Senepol, a idade média ao abate é quase cinco meses menor. “É uma raça jovem, com apenas 17 anos de seleção no Brasil, mas precoce e que vem conseguindo atender as exigências modernas de mercado em relação à sustentabilidade, tanto do ponto de vista econômico quanto ambiental. E isso não é um achismo dos produtores. Com a pesquisa, a raça passa a ter um dado científico importante que norteará com segurança futuras decisões da ABCB Senepol.”, revela o diretor da Scot Consultoria.

Segundo ele, o resultado será fundamental, por exemplo, para o desenvolvimento de projetos de certificação da carne Senepol junto à indústria frigorífica que sejam capazes de atender tanto nichos específicos, como o de carnes nobres, quanto o mercado em geral. “Nos grandes centros urbanos, a maior parte da população, até mesmo as crianças, almoçam fora de casa, gerando uma demanda maior por carne bovina. O desafio do Senepol será consolidar sua marca nesses dois mercados, trabalhando não apenas os cortes nobres, mas a carcaça como um todo.”, diz Torres.

De acordo com o presidente da ABCB Senepol, Pedro Crosara Gustin, a pesquisa será utilizada em vários projetos dentro do Programa de Melhoramento Genético do Senepol (PMGS). “Ficou comprovado que o Senepol realmente agrega valor aos produtos de cruzamento. Tanto é que 93,2% dos entrevistados que responderam a pesquisa disseram ter a intenção de continuar utilizando animais Senepol puros ou cruzados em seus sistemas de produção.”, garante Gustin.

A pesquisa apontou ainda que as raças mais utilizadas em cruzamentos com Senepol foram, respectivamente, Nelore e Angus. O Senepol também tem sido bastante utilizado em Tri-cross, especialmente em cima das bases F-1 Nelore x Angus. Outros indicadores zootécnicos relevantes relatados pelos entrevistados foram precocidade e docilidade.

FONTE: ABCB SENEPOL

foto capa

ABCB Senepol realizou assembléia geral durante a Expogrande 2017

Na assembléia foi apresentado projetos e orçamentos para 2017

Associados da ABCB Senepol participaram na manhã do dia 04 de Abril, em Campo Grande/MS, da Assembleia Geral e puderem conhecer o cenário da pecuária em 2017 e as ações que vêm sendo promovidas pela entidade para promover a raça no país.

O presidente da entidade, Pedro Crosara Gustin, abriu o evento falando sobre a atual situação da pecuária, que passa pelo ciclo de baixa com preços menores da arroba e vem se recuperando dos efeitos da Operação da Polícia Federal Carne Fraca.

Pedro Crosara Gustin – Presidente

Crosara ainda apresentou propostas de projetos da ABCB Senepol, que têm como tema central “Senepol, Simples e Lucrativo, do Pasto ao Prato”. As iniciativas englobam a conscientização dos pecuaristas sobre a importância do uso do touro registrado (RGD) para melhoria da qualidade dos rebanhos. Um dos diferencias da raça é justamente a capacidade do reprodutor Senepol conseguir cobrir a campo a vacada, sendo ferramenta indispensável para quem trabalha com cruzamento industrial e pretende elevar a lucratividade dos negócios.

Os diretores da ABCB Senepol destacaram durante o evento outras ações que contemplam o projeto “Senepol, Simples e Lucrativo”, como: os benefícios da carne do meio sangue, Senepol em plantéis leiteiros, feiras e eventos estratégicos relacionados à Integração Lavoura Pecuária, dentre outros assuntos.

Vera Lúcia Marcon Reich – Diretora de Relação com Associado

Na parte dos serviços prestados pela entidade, os participantes da Assembleia puderem conhecer em detalhes o novo sistema SRG, atualização dos técnicos, Programa de satisfação nas vistorias, Simplificação da coleta (Geneplus), Plano de incentivo aos técnicos, cadastro completo de receptoras para melhoramento genético, a importância de se aliar Registro + Programa de Melhoramento + Avaliação Desempenho + Genômica + Teste Progênie, boas práticas em testes de performance, enciclopédia técnica Senepol e os estudos acadêmicos e científicos com a raça.

Na parte de comunicação com o associado, a diretora Vera Reich apresentou o mais novo canal de comunicação com o associado: “Fale com a Diretoria (canal 0800)”. Alguns associados fizeram o teste do novo canal no momento da apresentação, constatando a eficiência do mesmo. Outros pontos abordados foram: pesquisa de satisfação dos associados, estímulo à captação de novos associados e a plataforma de cursos online. Na parte de gestão, a diretoria informou que os colaboradores estão sendo capacitados para garantir a excelência dos serviços prestados ao criador.

O Orçamento 2017, com todas as receitas e investimentos detalhados, também compôs a pauta da Assembleia Geral e foi apresentado pelo diretor José Alexandre. O Orçamento foi aprovado por unanimidade pelos associados presentes, mostrando a confiança dos criadores no trabalho desenvolvido pela entidade. A Assembleia ocorreu no Tatersal de Elite da Acrissul, no Parque de Exposições de Campo Grande/MS, durante a Expogrande.

Fonte: Assessoria ABCB Senepol

POST 23.01.17

Vera Reich é a primeira mulher a assumir cargo dentro da ABCB Senepol

No último dia 20, a nossa diva Vera Reich, tomou posse de seu cargo como Diretora de Relação com o Associado, dentro da ABCB Senepol, em Uberlândia/MG.
Ela é a primeira mulher a fazer parte da diretoria da ABCB Senepol e promete exercer o cargo com maestria, representando todas as divas da raça, que hoje são extremamente atuantes e importantes dentro do agronegócio brasileiro.

Uma pesquisa inédita mostrou que a mulher que atua no agronegócio possui escolaridade alta e independência financeira. Os dados apontaram que a mulher do agro procura inovações, tem uma visão ampla do negócio e é comunicativa. Os questionários foram direcionados à mulheres de todo o país, sendo a maioria produtoras do Centro-oeste, Sudeste e Sul. A pesquisa revelou que 57% das entrevistadas participam ativamente de sindicatos, associações rurais e entidades do setor, dois terços delas são casadas, mais de 88% se consideram independentes financeiramente, 60% possuem curso superior completo e 55% acessam a internet todos os dias.

Vera, juntamente de seu esposo Ivo Reich, está a frente do criatório Senepol CMI há mais de 13 anos. Trabalhando ativamente porteiras a dentro, mostrando no dia-a-dia que pecuária não é um ofício apenas para homens. Aliás, como Vera Reich, outras divas também são responsáveis por diversos criatórios de Senepol, neste Brasil a dentro.

confraternização_troca de diretoria ABCB senepol 2017

Representantes de diversos criatórios de Senepol do Brasil em momento de confraternização após a reunião da ABCB Senepol em Uberlândia/MG.

A partir de fevereiro a nova diretoria eleita iniciará efetivamente sua gestão, tendo como principal desafio manter o excelente ritmo de crescimento da raça. O rebanho de animais puros registrados pela ABCB Senepol cresceu 61,3% no ano passado em comparação a 2015, acumulando 123,6% de elevação entre 2013 e 2016. Já o rebanho nacional, que inclui animais puros e mestiços da raça, vem registrando crescimento em torno de 20% ao ano.

A raça é seleciona há 17 anos no Brasil, país considerado atualmente o maior polo de genética do Senepol no mundo. Sua ascensão na pecuária de corte brasileira está relacionada à sua grande capacidade de manter boa produtividade nos mais variados climas do país. “O Senepol não é mais considerada como um modismo. É realidade de uso, diria até que é uma forte tendência de uso para uma pecuária de ciclo curto, eficiente do pasto ao prato. No início dos anos 2000, precisávamos ser conhecidos e demonstrar o que era a raça. Meados de 2005 a 2010 ganhamos capilaridade em diferentes regiões do país, mais atualmente já fomos reconhecidos pelo mercado como uma raça que veio para ficar e que traz muitos benefícios para a pecuária nacional. Quando o produtor faz as contas, logo percebe as vantagens econômicas da raça e que ela é imprescindível para os projetos exitosos de pecuária nacional.”, assegura Pedro Crosara, atual presidente eleito e proprietário do criatório Santa Luzia Senepol.

Confira os integrantes da diretoria da ABCB Senepol:
Presidência:
Presidente: Pedro Crosara
Vice-presidente: Gilmar Goudard
Diretores:
Diretor Administrativo: Arthur Euri dos Santos
1º Secretário: Luiz Henrique Peixoto
2º Secretário:Artur Eduardo Monassi
Diretor Financeiro: José Alexandre de Mello Cunha
1º Tesoureiro: Humberto Eustáquio dos Reis
2º Tesoureiro: Ricardo César Crozara Magnino
Diretor de Marketing: Ricardo Arantes
Diretor de Eventos: Camilo Gomes Leal
Diretor de Relação com o Mercado: Marcelo de Almeida Felício
Diretor de Relações Internacionais: Fábio Luiz de Mello Oliveira
Diretora de Relação com o Associado: Vera Lúcia Marcon Reich
Conselho Fiscal: Aldo Luiz Teixeira Doro, Eduardo Alves, Eldino Zeli, Itamar Netto, Jairo Ferreira, Jorge Basílio
CDT: João Carlos Carvalho Ribeiro, Gilberto Romeiro de Oliveira Menezes, José Antônio Fernandes Júnior, Astrolino Antunes de Souza Júnior, José Fernando Garcia, Leonardo Galvão Netto, Luiz Fernando Paupério Júnior
Superintendente Técnico: Celso Menezes
Superintendente Técnico Substituto: Luciano Coelho
Gerente Geral: Robert Macedo

(Fontes: Notícias Rurais e ABCB Senepol)

 

 

 

SOCIAL 2

Contagem regressiva para o leilão de Senepol do ano, o DIVAS.

Campo Grande (MS) – A equipe da Fazenda CMI, de Vera e Ivo Reich, está na reta final dos preparativos para o grande Leilão DIVAS – CMI e Convidados, que será realizado no próximo dia 27 de julho de 2015, segunda-feira, às 20h00 (horário de Brasília), no Espaço Gourmet do Canal do Boi, em Campo Grande.

Será a oportunidade para o pecuarista que está atrás de genética Senepol de altíssima qualidade, referência no Brasil. E não é só para quem quer fazer melhoramento genético ou iniciar um belo plantel de Senepol não. A raça taurina é reconhecida mundialmente pela qualidade no cruzamento industrial. Produtor, criador de Nelore, por exemplo, que trabalha com produção de carne vermelha, ou seja, focado no abate, deve ficar atento nas características do Senepol: carcaça espetacular equilibrada, animal pesado, precocidade, habilidade materna, mocho, dócil, de fácil manejo, ótimo para cobrir a campo, que se adapta facilmente em qualquer região do país, principalmente em locais de calor.

Para o Leilão DIVAS, Ivo e Vera Reich convidaram outros excelentes criadores de Senepol que, juntos, com a CMI, vão ofertar o que há melhor nas suas fazendas. Participam deste evento: Senepol Tamar, Senepol 77K, Senepol 3G, Senepol da Sacramento, Senepol da Barra e Senepol da San.

Em destaque, a linda doadora Agnis da CMI 1357, filha do WC 410E, neta do avô materno CN 5225. Outra bela fêmea que estará na pista é a Darra da CMI 1384, filha do RD Hércules 6801J, neta do HBC HOT STUFF 104F. Apesar de o Leilão apresentar 38 doadoras prenhas e paridas, será vendido também um reprodutor, Deleck da CMI, filho do RD Hércules 6801J, neto do ASL CR DUTCHMAN 26E.

Para mais informações acesse www.senepolcmi.com.br. Curta a página no facebook SOU SENEPOL. Estamos também no Instagram @sousenepol. Telefones (67) 3025-5939 e (67) 3025-6919.

Vale lembrar que o Leilão DIVAS – CMI e Convidados será transmitido, ao vivo, pelo Canal do Boi. Central Leilões – telefone (18) 3608-0999. Alpha Assessoria Pecuária – telefone (67) 8208-1000.

Carlos Arakaki (assessor de Comunicação/ DRT 495-MS)

PS.: A Fazenda CMI está aberta para receber a imprensa e participar de pautas relacionadas ao Senepol.

Portfolio Items